FAÇA O QUE EU DIGO. NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO

Publicado: 4 maio, 2010 em Uncategorized

Neste dia 03/05/10 a secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton, disse nesta segunda-feira que as ambições nucleares do Irã colocam o mundo em risco, e que o mundo deveria se juntar aos esforços dos Estados Unidos para que Teerã sofra as consequências.

FALA SÉRIO. Os Estados Unidos anunciaram hoje que tem 5.135 (CINCO MIL CENTO E TRINTA E CINCO) OGIVAS NUCLEARES), quer dar lição de moral em que? É o país que mais polui o planeta, que mais gastos com armamentos tem, que mais soldados tem em regiões espalhadas pelo mundo, é o país que mais mata, e somente para citar os casos World Trade Center versus Vietnan, os EUA perderam mais seres humanos para confrontar do números de vítimas.

A pobre Secretaria está fazendo o papelzinho dela, defendendo um estado hegemônico. Exploram seus lixos para o mundo. Desconsideram o que são Direitos Humanos em várias linhas que vão dos LGBT’s aos Afrodescendentes, e se esquecem que os Estados Unidos surgiram por conta de uma colonização de pessoas provenientes de vários lugares da Europa, principalmente Inglaterra.

Onde está a população nativa do chamado Estados Unidos? Quase dizimada quanto os índios brasileiros, ou dos demais países das Américas.

Aprendi muito cedo que, se você quer que comece uma mudança no mundo, seja exemplo dessa mudança. O Presidente Ahmadinejad, do Irã tem motivos de sobra para ter mantido o discurso contra a hipocrisia dos demais países.

Conforme o site Yahoo/Reuters : "O Irã é o único país representado neste salão que foi considerado pelo conselho de direção da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) como estando atualmente em não cumprimento de suas obrigações de salvaguarda nuclear", disse Hillary em discurso na conferência quinquenal de revisão do Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP), na sede da Organização das Nações Unidas (ONU)."

FAÇA-ME O FAVOR – Salvaguarda de nuclear? E, nós pessoas do resto do mundo. Temos que ficar a mercê do EUA e Rússia e China?

Ainda, conforme a mesma fonte ela disse: "…o Irã "desafiou o Conselho de Segurança da ONU e a AIEA e colocou em risco o futuro do regime de não-proliferação…", O QUE?E, continua com suas besteiras, a saber: em seu .."discurso Ahmadinejad usou "as mesmas acusações surradas, falsas e às vezes selvagens" que o mundo já ouviu antes." Conversa para "boi dormir".

Querem enganar quem? Mas, a melhor vem agora: "

Segundo Hillary, o Irã "desafiou o Conselho de Segurança da ONU e a AIEA e colocou em risco o futuro do regime de não-proliferação e, por isso, está enfrentando um crescente isolamento e pressão da comunidade internacional."

Horas antes, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, usou seu pronunciamento ao fórum de 189 países participantes do TNP para criticar supostas ameaças nucleares dos EUA contra o seu país. "O Irã não terá sucesso em seus esforços de distrair e dividir. Os Estados Unidos e a grande maioria das nações aqui representadas vieram a esta conferência com uma pauta muito maior. Agora é hora de construir consenso, não de bloqueá-lo."

Ora! Mas nós, os outros países somos contra o imperialismo americano. Há muito os EUA usam a tática do dividir para ganhar, para multiplicar e para distrair. Estou errado?

muneuahilirai72929220.jpg?x=180&y=153&q=85&sig=ffe32ngCJA7fxBF6bggevA--

Hillary disse que em seu discurso Ahmadinejad usou "as mesmas acusações surradas, falsas e às vezes selvagens" que o mundo já ouviu antes.

"O Irã não terá sucesso em seus esforços de distrair e dividir. Os Estados Unidos e a grande maioria das nações aqui representadas vieram a esta conferência com uma pauta muito maior. Agora é hora de construir consenso, não de bloqueá-lo."

Leia isso:

"Hillary, posteriormente, esclareceu a jornalistas que ainda não existem condições para considerar o Oriente Médio livre de armas de destruição em massa."

E os Estados Unidos, França, Russia, Coréia, Japão, …podemos considerar? Não é um contrasenso, uma contradição?

Terminando: "Para a secretária, o mundo está hoje em uma encruzilhada, que pode levar a um futuro de risco nuclear muito reduzido, ou à propagação de Estados e grupos com arsenais atômicos. Ela acrescentou que questões como o programa nuclear do Irã podem decidir qual caminho será seguido."

Erro: Nós já estamos em risco nuclear. O futuro é agora. Ou, será que estão blefando?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s