Direitos sexuais e reprodutivos são temas de atividades no FSM 2009

Publicado: 30 janeiro, 2009 em Uncategorized

Direitos sexuais e reprodutivos são temas de atividades no FSM 2009


Fonte: Adital –

Considerado um problema de saúde pública, o aborto e suas consequências foram tratados na oficina sobre saúde sexual e reprodutiva das mulheres no Fórm Social Mundial, que acontece até o próximo domingo (1º), em Belém, Pará. Estima-se que em torno de 200 a 300 mulheres morrem, por ano, no Brasil, por realizarem abortos em condições inseguras.

Segundo Télia Negrão, secretaria-executiva da Rede Feminista de Direitos da Saúde e Direitos Sexuais Reprodutivos e do Conselho de Saúde das Mulheres da América Latina e Caribe, a situação da saúde neste aspecto está cada vez mais preocupante e é bom ter um espaço para discutir este tema, às vezes visto com rejeição na sociedade.

"Do ponto de vista de uma perspectiva de saúde e utilizando o conceito de saúde da OMS, que é o completo bem-estar físico, psíquico e social, podemos dizer que todas as mulheres da América Latina e Caribe, já que a maioria desses países proíbem, realizam aborto com riscos à sua saúde independente de eles serem físicos, psíquicos ou sociais", fala.

Posted via email from Roberto Warken

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s