Tragédias como as enchente em Santa Catarina podem se tornar muito comum, dizem cientistas

Publicado: 17 dezembro, 2008 em Uncategorized

Tragedies such as the Santa Catarina floods will become more common, say scientists

Friday 5 December 2008,  by Gustavo Bonato (Brazil)

Report on the floods that killed more than 120 people in Santa Catarina, Brazil. Scientists say such events will become more common.

A tragédia causada por chuvas muito acima da média em Santa Catarina, Brasil, aumentou a atenção que é dada para as mudanças climáticas. Os cientistas reunidos aqui em Poznan, na Conferência da ONU que trata das mudanças climáticas, ressaltam que não é preciso esperar para sentir as alterações: elas estão acontecendo neste momento.

O pesquisador Saleemul Huq, membro do Painel Intergovernamental para Mudanças Climáticas (IPCC), diz que ninguém pode garantir que a catástrofe no sul do Brasil foi causada exclusivamente pelas alterações na atmosfera, mas destaca que chances de algo semelhante acontecer de novo são cada vez maiores:

- Se olharmos para o último século, por exemplo, todas as grandes ondas de calor e todas as grandes enchentes, os dez maiores eventos foram quase todos na última década.

A Cruz Vermelha Internacional já trabalha com um programa que prevê com cerca de uma semana de antecedência eventos meteorológicos de grande impacto. O sistema existe para deixar de sobre aviso as equipes em cada país.

Pablo Suarez, um dos diretores Centro Climático da Cruz Vermelha criticou aqui em Poznan os serviços meteorológicos brasileiros, que poderiam ter dado indicações mais claras de que uma catástrofe estava para acontecer.

Em nota o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) lamentou a tragédia em Santa Catarina e disse que não é possível enviar avisos à Defesa Civil com uma semana de antecedência, pois a confiabilidade da previsão cai conforme aumenta o prazo. A nota admite que a previsão meteorológica do INPE não alertou sobre a ocorrência de chuvas tão intensas como as que ocorreram, mas previa a possibilidade de acumulados superiores a 100 milímetros.

http://www.climatemediapartnership.org/spip.php?article527

Posted via email from Roberto Warken

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s