Mandato da vereadora Angela Albino acolhe propostas do movimento social

Publicado: 15 julho, 2007 em Uncategorized

12 DE JULHO DE 2007 – 19h08

Movimentos sociais, acadêmicos, políticos de diversos partidos. Representantes de diferentes frentes que lutam pelos  direitos das mulheres e das populações negra e GLBT participaram do seminário temático de Direitos Humanos promovido pelo mandato da vereadora Angela Albino (PCdoB) nesta quarta (11 de julho). A atividade pretendeu prestar contas da atuação parlamentar e planejar o próximo período do mandato, que encerra em 2008.

 

A iniciativa da parlamentar foi elogiada pela doutora Clair Castilhos. Professora da UFSC e militante do movimento de mulheres, Clair é uma das sete mulheres que ocuparam cadeira na Câmara de Florianópolis. ”Angela inova ao dar esse retorno à cidade. Mostra que é comprometida com os assuntos da contemporaneidade e com a luta por mudanças da cultura patriarcal machista alimentada pela sociedade capitalista neoliberal”, afirmou.

 

A noite teve motivos especiais para comemoração do momento negro. A coordenadora para assuntos de gênero da União dos Negros pela Igualdade (UNEGRO), Estela Maris Cardoso aproveitou a ocasião para saudar a recente criação das cotas para estudantes negros (10%) na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Também lembrou que a data marcava o aniversário de Antonieta de Barros, professora negra que é personagem histórico de Santa Catarina. Estela afirmou que o preconceito precisa ser quebrado inclusive dentro dos próprios movimentos.

 

O militante da causa GLBT, Roberto Warken, destacou a importância do entrelaçamento das lutas. Sociólogo e educador, Warken lembrou que a transversalidade das disciplinas é prevista pelos padrões educacionais, mas não ocorre na prática. ”É preciso que os movimentos ditos minoritários se reúnam para os enfrentamentos comuns. Somos um grande exército que está acumulado em forma de guetos sociais e é isso que o neoliberalismo quer: dividir para dominar”, afirmou.

 

À medida que ouvia as intervenções, Angela fazia anotações. ”Nossas ações sempre foram pautadas pelas demandas dos movimentos sociais. Esse seminário nos permite perceber onde erramos e acertamos o que ainda podemos fazer no próximo ano e meio de mandado que resta”, justificou a parlamentar. Seu mandato já promoveu debates semelhantes sobre meio ambiente e mobilidade urbana. Até agosto, quando acontece uma plenária geral, temas como juventude e saúde também terão o mesmo espaço para discussão.

 

O evento encerrou com a filiação do professor Gilmar Fava. Professor do Instituto Estadual de Educação, ao PCdoB.

 

Algumas sugestões

– Enviar moção aos senadores catarinenses pra que votem a favor da lei contra a homofobia

– Reativar o Conselho Municipal da Condição Feminina

Planejar a criação de um centro de referência para tratar da livre orientação sexual

 

De Florianópolis
Ana Claudia Araujo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s